segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

A importância da contracepção

Pensarão que é estranho falar em contracepção, mas a razão é simples, é importante que se saiba que uma contracepção adequada durante uma relação sexual poderá evitar o contágio de doenças sexualmente transmissíveis que poderão comprometer no futuro, a fertilidade de ambos os indivíduos.

A contracepção não serve apenas para evitar uma gravidez indesejada mas também a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis (DST) que ocorrem tanto em relações homossexuais como heterossexuais, como por exemplo a sífilis, HIV (sida), herpes genital, hepatite B, candidíase, gonorreia, entre outras. De facto a melhor forma de evitar contrair este tipo de doenças será a abstinência sexual ou a monogamia.

Actualmente existem vários tipos de anticonceptivos e cada pessoa, aconselhando-se com o seu médico deverá escolher o método mais eficaz para o seu caso. O importante é que o método escolhido seja seguro e eficaz e tenham em conta a idade fértil da mulher e se esta já teve filhos ou não.

Tipos de contracepção: Preservativo masculino, Preservativo feminino, Contracepção hormonal oral (pílula), contracepção hormonal injectável, Dispositivo intra-uterino (DIU), Diafragma, vasectomia, ligadura de trompas, entre outros.

Convém referir que os únicos métodos que protegem das doenças sexualmente transmissíveis são os preservativos!

Deixo-vos o link da associação para o planeamento da família para lerem com mais detalhe como funciona cada um destes métodos!


Pensem nisto!