domingo, 24 de novembro de 2013

A primeira consulta de infertilidade

Se está a ler este artigo é porque já marcou uma primeira consulta de infertilidade. Se está a ler este artigo é porque por fim juntos decidiram que tinham que procurar ajuda para concretizar o vosso sonho, o de ser pais. Aviso desde já que o caminho pode não ser é fácil. Muitos casais não conseguem o seu positivo no primeiro tratamento que realizam, mas não devem desanimar.

O que levar à consulta de infertilidade? É aconselhável levarem toda a documentação que tiverem: exames realizados (ex: mamografias, ecografias), análises clínicas.

O que esperar na primeira consulta? O médico irá solicitar várias informações do casal: há quanto tempo tentam conceber; o nº de gestações prévias; o nº de abortos prévios. Irá perguntar-vos também sobre os vossos hábitos tóxicos como é o caso do consumo de álcool, tabaco e drogas.

Quais os exames que podem ser realizados durante a primeira consulta:

Observação da mulher:
  • Realização de uma ecografia vaginal e contagem dos folículos antrais;
  • Peso e altura;
  • Realização de uma simulação de um teste de transferência que serve para ver se é fácil aceder à cavidade uterina com um cateter. Este teste, geralmente só é realizado na primeira fase do ciclo menstrual – fase em que ainda não ocorreu ovulação e portanto não há suspeitas de uma possível gravidez);
Observação do homem:
  • Pode ser pedido um espermograma caso o senhor nunca tenha realizado nenhum ou caso haja suspeitas de que possam existir alterações seminais (por exemplo caso o senhor tenha feito alguma medicação).
Geralmente não é na primeira consulta que o médico especialista vai indicar um tratamento. Geralmente vai ter que aguardar pelos resultados dos exames solicitados para depois definir qual o tratamento que se adequa melhor ao casal.


Ânimo, agora só vos faltará aguardar pelos resultados, para voltar a conversar com o médico especialista e darem início ao tratamento.